Novo Centro de Radioterapia é inaugurado

Emoção e satisfação pela realização de um sonho do Presidente Pe. Flávio, marcam a inauguração do Novo Centro de Radioterapia, que beneficiará Sorocaba e demais cidades da região.

 

Em uma cerimônia marcada de muita emoção e satisfação de todos os presentes, foi inaugurado no dia 11 de fevereiro o Novo Centro de Radioterapia da Santa Casa de Misericórdia de Sorocaba, que atenderá os pacientes de Sorocaba e das demais 48 cidades da Região, tornando-se uma referência no tratamento para pacientes diagnosticados com câncer.

Estavam presentes o Presidente da Santa Casa, Pe. Flávio Miguel Júnior, a Prefeita de Sorocaba, Jaqueline Coutinho, o Presidente da Câmara Municipal de Sorocaba, vereador Fernando Dini, a Deputada Estadual, Maria Lucia Amary, o Secretário Municipal da Saúde, Doutor Ademir Watanabe, o Coordenador do Centro de Radioterapia da Santa Casa, Doutor José Carlos Menegocci, os pais do Presidente Pe. Flávio, Senhor Flávio Jorge Miguel e a Senhora Vicentina Machado Miguel e o responsável pela indicação da emenda parlamentar enquanto Deputado Estadual, Raul Marcelo, entre outras autoridades.

A Prefeita de Sorocaba, Jaqueline Coutinho, disse que a expectativa para a inauguração era imensa, pois foi uma luta muito grande por parte do Presidente Pe. Flávio. Citou que o equipamento – o acelerador quimioterápico linear, é um coadjuvante para o tratamento em que se recorre à quimioterapia, e que bem sabemos que não só possibilita a cura em determinados casos, como também melhora a qualidade de vida dos pacientes oncológicos. “É com satisfação e alegria que estamos hoje aqui, vendo concretizar-seum sonho do Presidente Pe. Flávio, um dos maiores gestores que já conheci, que juntamente com sua Equipe transformou a Santa Casa em um símbolo de atendimento diferenciado e referência em todo o Estado de São Paulo.”, destaca a Prefeita.

 

Hoje a Santa Casa é administrada pela Arquidiocese de Sorocaba, e Padre Flávio, Presidente da Irmandade, desde o início de sua gestão encontrou grandes dificuldades, e tem feito grandes esforços para melhorar o atendimento do Hospital que contacom mais de 200 anos de história.

 

A Prefeita Jaqueline comentou que dentro do princípio da universalidade em saúde, hoje Sorocaba conta com o atendimento realizado pela Santa Casa, que é feito de modo humanizado e com qualidade. “O viés é o de solidariedade e amor ao próximo, e todo trabalho realizado pelo Presidente Pe. Flávio é feito com boa vontade e comprometimento”, finalizou a Prefeita de Sorocaba.
O responsável pela emenda parlamentar enquanto Deputado Estadual, Raul Marcelo, agradeceu a oportunidade de haver trabalhado para a realização dessa conquista.

“Parabenizo o Presidente Pe. Flávio e quero acrescentar que para a consecução desse seu sonho houve muito amor envolvido, pois sem amor essa obra não teria sido concretizada”. O ex-deputado relembra que na ocasião em que enviou a emenda parlamentar ao Governador da época, ser contemplado era muito difícil; mas quando soube que sua emenda fora aprovada, em contato com Presidente Pe. Flávio ambos concordaram que havia sido uma providência divina. Raul Marcelo foi o responsável por conseguir a verba de R$230.000,00 (duzentos e trinta mil reais) para continuar as obras da casamata que hoje abriga o acelerador.

O Coordenador do Centro de Radioterapia da Santa Casa, Doutor José Carlos Menegocci, explicou que nossa região metropolitana tem a estimativa de 2 milhões de habitantes, e dentro desse universo, os pacientes pertencentes a essa área que eventualmente tiverem que passar pelo tratamento, serão beneficiados e atendidos na Santa Casa, que hoje é uma referência regional no tratamento do câncer. Os pacientes diagnosticados com câncer são encaminhados pela Rede Hebe Camargo, que encaminha a distribuição dos pacientes para a região, incluindo Sorocaba. “A média é atender 50 pacientes, conforme normas do Ministério da Saúde, mas se possível iremos aumentar esse número de atendimentos”, concluiu Doutor Menegocci.
O Presidente da Santa Casa, Pe. Flávio, comentou que várias pessoas e de diferentes formas contribuíram para a construção da casamata, que também era uma conquista pessoal. Recorda que nada existia onde hoje é a casamata, e que em 2016 o prazo de validade da pastilha de cobalto em uso para os tratamentos expirou-se, piorando a qualidade no atendimento de toda a população.
“Os pacientes sofreram demais, pois precisavam deslocar-se para outras cidades; recordo-me que até mortes ocorreram por causa dessas condições;foi um momento de muito sofrimento”, lembrou Presidente Pe. Flávio.

No ano de 2017, através do convite da Vereadora Iara Bernardes, estiveram eles em Brasília para um encontro com o Presidente da República à época, Michel Temer, e que “foi Deus quem abriu as portas e conduziu-nos até lá”, destacou Presidente Pe. Flávio. A reunião com o então Presidente da República, contemplou a liberação de verbas para a construção da casamata, sendo a primeira a ser beneficiada entre milhares de outros pedidos. Logo em seguida, outra conquista: Presidente Pe. Flávio também esteve com o então Ministro da Saúde, Ricardo Barros, onde foram liberados R$ 3 milhões para a compra de equipamentos hospitalares. Presidente Pe. Flávio afirmou que novamente foi Deus quem abriu as portas e concedeu essa benção para a cidade de Sorocaba.
O Presidente da Irmandade comentou sobre a importância das doações realizadas pelo Santuário São Judas Tadeu, pela Associação Salve Santa Casa, e por diversos empresários, “São pessoas que com sacrifício ajudaram nessa conquista”, enfatizou Presidente Pe. Flávio.

Em um certo momento do processo, Presidente Pe. Flávio conta que quase desistiu da obra, por enfrentar vários problemas burocráticos. “Um dia após uma Missa, comecei a chorar e estava muito desanimado com a situação em que se encontrava a cidade em matéria de tratamento de câncer. Quase desisti! Mas em oração, pedi a Deus que me falasse o que estava faltando, e naquele momento senti Jesus dizendo ao meu coração: ‘eu preciso de suas lágrimas; enquanto você não sofrer o sofrimento deles, eu não poderei fazer essa obra’. E foi isso que aprendi, nossa vida é curta e por isso temos que investir em bondade, em amor ao próximo”, ressaltou.

“O SENTIMENTO É DE AGRADECIMENTO A DEUS E A TODOS OS COLABORADORES, À MINHA EQUIPE QUE AJUDARAM ESSE SONHO TORNAR-SE REALIDADE; TODOS SERÃO ACOLHIDOS COM AMOR NA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA, POIS NOSSA MISSÃO É SERVIR COM AMOR”, FINALIZOU PADRE FLÁVIO.